Álbum-Catálogo 1987

_1-capa

CONSTRUINDO O SOM – Texto de Apresentação

“Dentre as múltiplas finalidades sócio-culturais da MADECOR, inclui-se a de incentivar trabalhos artísticos que valorizem e estimulem a preservação do meio ambiente e dos recursos naturais. Nesse contexto se insere a produção do professor Roberto Luis Castro, que propõe a pesquisa e o aproveitamento de matérias-primas naturais existentes na própria região e de materiais alternativos, na confecção de instrumentos musicais e brinquedos educativos, que estimulem a criatividade e o contato manual e direto com a Forma e o Som, induzindo espontaneamente o desenvolvimento do processo de aprendizagem.

Acreditamos que a redescoberta dos valores da natureza, assim como a revalorização do potencial humano de construir e criar, é um dos fatores básicos para o enriquecimento do patrimônio cultural, que é individual-coletivo e por isso dinâmico-mutante.

Este álbum-catálogo é um registro dos objetos sonoros criados e construídos por Roberto Luis Castro, constituindo o primeiro passo do artista para a elaboração do Manual de Construção e Utilização de Instrumentos Musicais, contendo os dados detalhados sobre as técnicas e materiais utilizados. Sentimo-nos amplamente gratificados em patrocinar a publicação deste trabalho, que vem de encontro à proposta da nossa empresa, de disseminar e divulgar o processo da Educação através da Arte.”

tira

“ROBERTO LUIS CASTRO

– Compositor e Regente pela Universidade Federal da Bahia, cursou Composição com Lindembergue Cardoso, Fernando Cerqueira, Ernst Widmer, e Regência com Hamilton Lima, Erick Vasconcelos e Horst Schwebell. Foi aluno do professor Anton Walter SmetaK, na matéria “Improvisação” e no Curso “Da Criação Espontânea” – 1976/77.

– Iniciou a pesquisa de instrumentos musicais alternativos em 1979, trabalhando na sua construção e utilização, junto com crianças, jovens e adultos, no NUCLEARTE (atual NEASC), em seguida no Centro de Recepção e Triagem da Fundação de Assistência a Menores do Estado da Bahia – FAMEB, na Escola de Música Agenor Gomes e, a partir de Julho de 1986, na Escola Vivendo e Aprendendo.

– Em 1983/84, participou da experiência da professora Bárbara Vasconcelos, que traduziu e pôs em prática a aplicação de um método de terapia musical através da construção e execução de quartetos de flautas doces de bambu, pelos próprios alunos.

– Foi também um dos fundadores do grupo Oficina de Investigação Musical, juntamente com Ubirajara e Welliton Reis, Lourimbau, Edson Luz e A.J.V.S. Godi. Este grupo surgiu em 1982, com a proposta de transfigurar, plástica e sonoramente, instrumentos musicais de cultura popular ou erudita e criar novas formas de expressão sonora e plástico-acústicas.”

_2-acrost

tira

1

tira 2

tira 3

tira 4

tira 5

tira 6

tira 7

tira 8

tira 9

tira 10

tira 11

tira 12

tira 16

tira 17

tira 18

tira 13

tira 14

tira 15

tira 19

tira 20

tira 21

tira 22

tira 23

tira 24

tira 25

tira 26

tira 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *